sexta-feira, 13 de julho de 2012

Agência Notícias do Acre: Comunidade Bahá’í de Rio Branco promove workshop de brinquedos ecológicos

Agência Notícias do Acre: Comunidade Bahá’í de Rio Branco promove workshop de brinquedos ecológicos:

546687_330394810361181_1000017


---------- Mensagem encaminhada ----------
De: Jordana Araújo <jordana.araujo@bahai.org.br>
Data: 13 de julho de 2012 11:53
Assunto: Agência Notícias do Acre: Comunidade Bahá’í de Rio Branco promove workshop de brinquedos ecológicos
Lindíssimo trabalho e experiencia da querida amiga Ginus, feliz em ver esta atividade voltada para educação ecológica através da produção de brinquedo com material reciclado. Parabéns e divulgando nos BLOGS: Posterous, Blog-Ternura de Deus  Blog-Mulher -Potencialidade Revelada -visão bahái e no Blog- Tribuna Escrita, no Facebook e no Twitter
Parabéns !
Sônia Maria Góes- Comunidade Bahá'i de Londrina.

Agência do Governo do Acre: Comunidade Bahá’í de Rio Branco promove workshop de brinquedos ecológicos

Com trabalhos voltados para a educação combinada com a ecologia e a reciclagem, acontece de 12 a 13 de julho, no Espaço Todo Seu da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), oficina para educadores e coordenadores pedagógicos sobre produção e trabalhos que utilizem ecobrinquedos, artigos voltados para trabalhos lúdicos, confeccionados a partir de materiais recicláveis.
Quem ministra a ação é a voluntária Ginus Vahdat, membro da comunidade Bahá’í de Campinas, em São Paulo (Foto: Dionízio Bertolino)
Quem ministra a ação é a voluntária Ginus Vahdat, membro da comunidade Bahá’í de Campinas (Foto: Dionízio Bertolino)
Quem ministra a ação é a voluntária Ginus Vahdat, membro da comunidade Bahá’í de Campinas, em São Paulo. Graduada em Administração de Empresas pela PUC-RS, ela vem desenvolvendo essas atividades há dois anos em diversas cidades brasileiras. As passagens da sua oficina também incluem eventos como o 3º Congresso Internacional de Brinquedos e países como Argentina e Uruguai, compartilhando experiências na área ambiental com alunos e educadores.
“Nesses dois anos, meu maior objetivo é a transformação dos participantes”, disse Vahdat. “A construção desses brinquedos integra famílias, aumenta o convívio social e explora novas formas de interação entre adultos e jovens. Através da confecção, busca-se aplicar conceitos e virtudes para a construção de um mundo melhor. Só conseguimos melhorar levando em conta as necessidades globais, preservando e aplicando medidas sustentáveis”, explicou a voluntária.
Durante a oficina, os participantes aprendem, na prática, a confeccionar brinquedos educativos utilizando materiais recicláveis como caixas de fósforos, caixas de pizzas, garrafas pet, tampinhas de garrafa, latas e outros.
Os trabalhos têm como principal proposta a criação de uma atmosfera em que os participantes vejam a importância do cuidado com o meio ambiente, de forma que eles continuem a vivenciar a consciência ecológica. Isso contribui para a preservação do pensamento consciente e da aplicação da sustentabilidade nas atividades do cotidiano.
Durante a oficina, os participantes aprendem, na prática, a confeccionar brinquedos educativos utilizando materiais recicláveis como caixas de fósforos, caixas de pizzas, garrafas pet, tampinhas de garrafa, latas, entre outros (Foto: Dionízio Bertolino)
Durante a oficina, os participantes aprendem, na prática, a confeccionar brinquedos educativos utilizando materiais recicláveis como caixas de fósforos, caixas de pizzas, garrafas pet, tampinhas de garrafa, latas e outros (Foto: Dionízio Bertolino)
Rafael Henrique e Sara Vojdani, estudantes de medicina em Cochabamba, também acompanharam Vahdat durante sua estadia em Rio Branco e pretendem levar o aprendizado para ser aplicado na cidade boliviana. “Cria-se uma consciência maior da reciclagem e do que é importante preservar”, declarou Rafael. “É uma nova visão que essa abordagem ecológica possibilita, sempre lembrando o nosso papel como agentes da mudança”, completou Sara.
Estimulando o uso da brinquedoteca, os ecobrinquedos também serão usados nas atividades voltadas para as necessidades especiais. Gercineide Maia, do Centro de Apoio Pedagógico e Atendimento às Pessoas com Deficiência Visual (CAP-AC), diz que, “além de praticar a sustentabilidade, esses brinquedos ajudam a estimular a imaginação das crianças impossibilitadas de ter a visão como auxílio imaginativo. Trata-se de um aprendizado extremamente positivo”.
Relação das escolas e instituições participantes:
1 – Berta Vieira de Andrade
2 – Georgete Eluan Kalume
3 – Armando Nogueira
4 – Ruy de Azevedo
5 – Duque de Caxias
6 – Samuel Barreira
7 – Governador José Augusto
8 – Aracy Cerqueira
9 – Dr. Mário de Oliveira
10 – Flaviano Flávio Batista
11 – Natalino da Silveira Brito
12 – Raimundo Hermínio de Mello
13 – Dom Bosco
14 – Centro de Apoio aos Surdos (CAS-AC)
Data: 12/07/2012
Leia a matéria publicada na Agência do Governo do Acre, clique aqui.
Jordana Araújo
Assessoria de Comunicação
Secretaria Nacional de Ações com a Sociedade e o Governo - SASG
Comunidade Bahá'í do Brasil
(+55 61) 3255 2200



Permalink

| Leave a comment  »