segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Ataques aos direitos femininos são inaceitáveis, diz Bachelet

Ataques aos direitos femininos são inaceitáveis, diz Bachelet:
EDUCARMOS UMA





Ataques aos direitos femininos são inaceitáveis, diz Bachelet: À frente da ONU Mulheres, a entidade das Nações Unidas para a igualdade de gênero, a ex-presidente do Chile Michelle Bachelet considera inaceitável o ataque a direitos femininos já ratificados em acordos internacionais. O documento final da Rio+20 excluiu a expressão "direitos reprodutivos", que designa a autonomia da mulher para decidir quando ter filhos --o texto fala apenas em "saúde reprodutiva". Bachelet defende a implantação de "políticas afirmativas" para aumentar a presença feminina na economia e na política e diz que, entre os principais problemas enfrentados pelas mulheres, estão a violência e a pobreza. Leia mais (21/06/2012 - 08h47)



****************************************************************************************



Esta situação das mulheres, tão antiga, confundindo-se controle de natalidade com planejamento de sua própria vida na reprodução da vida realmente não será assegurada sem a educação integral da mulher, sua promoção como ser humano, seu direito de ser cidadã, ser capacitada economicamente para poder escolher ver-se livre da opressão .Não é suficiente assegurar métodos, querer controlar sua vida reprodutiva, mas sim promover o desenvolvimento humano - sair do patamar de baixa instrução, educação,,, Mulheres ssão seres com deveres e direitos sociais- espirituais que poderão ter suas vidas para reproduzir uma nova visão de sociedade., e não apenas de seres humanos. A discussão é ampla,  antiga e continua no papel, o discurso inclusive não é levado para as mulheres em todos os níveis, continuando nas esferas nacional..e  internacional. O assunto  deve ser a ser refletido nas famílias, e nas escolas...com a visão de promoção da igualdade entre homens e mulheres, os padrões para educar novos meninos e meninas com interesse conjunto....Mulheres pobres economicamente, mulheres refugiadas, mulheres vitimas da violência familiar, abandonadas, mulheres que se envolvem na prostituição, no narcotráfico , mulheres adolescentes vivendo em dimensões de desordem familiar e social ,  constituem uma grande parcela de seres humanos cuja força de vida continua sendo desperdiçada. Sem investir na  vida das mulheres os problemas do mundo aumentarão..São reprodutoras da ordem social e não apenas de filhos...



As mulheres devem desejar mudanças, este É um grande desafio que DEVE SER  DITO E REPETIDO e REPETIDO ás  mesmas em todo o planeta...Os governos dos países que mantém este padrão, estão muito pouco interessados  nesta condição de sofrimento e isto é sofrimento. , na realidade as vezes convém manter estes padrões. Os governos tem usado suas energias para dirigir suas ações ao poderio, as guerras, ao materialismo. ao crescimento eonomico e muito pouco em desenvolvimento humano.... As maiores vitimas das guerras, da pobreza , da misérias, da prostituição... são as mulheres e as crianças...Onde existir mulheres existirá crianças. mudemos a historia das mulheres e mudaremos a história do mundo .Uma mudança que exigirá a participação e parceria dos homens ao seu lado...



A UNESCO  SEMPRE REPETIA, e  HOJE VEMOS POUCO ESTA ASSERÇÃO:  "Eduque uma mulher e você educa uma família....Eduque o homem e você apenas educará um individuo..." Deixamos de falar disto na educação....nas escolas...na sociedade.











"Enquanto as MULHERES forem IMPEDIDAS de atingir suas mais ALTAS POSSIBILIDADES, OS HOMENS não estarão  HABILITADOS à alcançar  o MÁXIMO da sua CAPACIDADE E GRANDEZA... "ABDU'L-BAHÁ




E o mundo continua sendo administrado, governado pelos homens em suas politicas de desenvolvimento- a participação das mulheres ainda está muito pequena a nivel nacional

 para produzir tão grande e urgente  mudança.

Sõnia Maria
atom