sábado, 22 de setembro de 2012



repetem-se os gestos
não o homem
que esgotado o tempo
foi de estar aqui

quantos antes dele
depois não sei
as mãos sábias
os dedos ágeis
escolhem separam
não tocam

o peixe
ainda mexe
o homem
sei dele aqui
apenas

(ti antónio neto- falecido)

torreira, 2009
companha do marco

http://ahcravo.wordpress.com/2012/09/22/ti-antonio-neto/