quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

da vida

o vento esse motor invisível


os  moliceiros têm vela (61)


da vida

tempo algum é tempo
que baste para

ser inteiro no instante
é ser o tempo todo

dar é receber-se

(murtosa; regata do bico; 2012)

https://ahcravo.wordpress.com/2015/02/11/os-moliceiros-tem-vela-61/