sábado, 7 de março de 2015

ausente

janelas discretas


os  moliceiros têm vela (74)


ausente

o rosto parado
a expressão ausente
o corpo prisão

resta o que resta
não será muito nem pouco
tão só o que ainda

perdido o sorriso
na voz treme a solidão
ouve-se o medo

é ensurdecedor

(murtosa; regata do bico; 2009)

https://ahcravo.wordpress.com/2015/03/07/os-moliceiros-tem-vela-74/