quarta-feira, 22 de abril de 2015

retrato de uma primavera

a paz aparente 



os moliceiros têm vela (96)


retrato de uma primavera


contam com a memória
não a lembrança incómoda
mas o esquecimento de

são os senhores da guerra
e os fazedores da paz
depois de a terem deflagrado

facturam sempre e com tudo
vendem o sangue
que fizeram derramar e é negro

foram eles que inventaram
o espectáculo
que hoje denunciam bárbaro

moram sempre longe
estão sempre perto
e acreditam em deus

que não lhes perdoará

(torreira; regata do s. paio; 2012)

https://ahcravo.wordpress.com/2015/04/22/os-moliceiros-tem-vela-96/