quinta-feira, 3 de março de 2016

aos que trocaram o certo pelo incerto


ir ao mar não é para todos




crónicas da xávega (139)


aos que trocaram o certo pelo incerto


falo do mar e dos homens
falo de nós
não dos dos brandos costumes

de nós
dos que desafiaram o sonho
para o tornar realidade

de nós
dos que inventaram ser maiores
que a terra onde nasceram
e partiram para serem
o que lhe negavam

falo de nós
dos que trocaram o certo
pelo incerto

(torreira; companha do marco; 2010)

http://ahcravo.com/2016/03/03/cronicas-da-xavega-139/