terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Uma Poesia Para Raul - XI


Estou no ano dois mil
Falando de amor pra você
Tomando Coquetel Molotov
E comendo sanduíche de Brazil

Meu querido ABC
Não me esqueço de ti
Entre André's Bernardo's e Caetano's
Eu fiquei com Luciana

Em qualquer bar do Planeta
Vejo o nosso "filme" na TV
É tão legal meu amor
Quando nós sabemos o final

Estou no ano dois mil
Falando de amor pra você
Os meus conflitos ainda
Não foram para o divã


Manoel Hélio Alves, é poeta, natural de Macarani/Bahia, e mora há muito tempo em São Bernardo do Campo/São Paulo.

Conheça o Projeto: Uma Poesia Para Raul no Facebook clicando AQUI.


11 comentários:

  1. Wow! Poesia e saudades... Uma deságua noutra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bacana querido Manoel, leva a reflexão sobre os tempos, amores e suas alegrias e dores que nos cercam as quais não temos controle.
      Parabéns!

      Excluir
  2. Olá Manoel, parabéns, muito boa.
    Cida Colen Lago.

    ResponderExcluir
  3. Benilton José Moreira16 de janeiro de 2020 11:15

    Bom tarde, Manoel Hélio!
    Ano 2000, coisas novas, velhas coisas. Num muda, não tem como mudar.
    O amor é universal e infinito... o tempo não conta. Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Manoel tudo bem? Muito boa...está poesia merece uma harmonia...pensa nisso... obrigado.

    ResponderExcluir