sexta-feira, 27 de julho de 2012

quantos anos tem um corpo?

ao pesado fardo
do ganha pão
os corpos curvam-se quebram-se
rápido se desgastam

retesados músculos
em esgar de dor
os rostos
são facas que cortam
quem os vê

cedo amanhecem os dias
e a ser os anos
ninguém os canta
poucos os contam
vivem no silêncio
aí permanecendo até que

alguns os exploram e exportam
o suor e o sangue
o corpo
feito mercadoria
lucrativa
vendida a estranhas gentes

são os pescadores
da torreira

http://ahcravo.wordpress.com/2012/07/27/pescadores-da-torreira-cabrita-alta/

http://www.youtube.com/watch?v=W1sUlh9_T-E&list=UUxPFdD8Dkmd0yeTq1NJReow&index=1&feature=plpp_video


joão manuel brandão