sábado, 13 de abril de 2013

MAIS UM ASSASSINATO NA TIJUCA

A motosserra voltou a atacar e o seu som agonizante anunciou o que estava acontecendo: no começo da noite, mais uma árvore deixou de existir na antes bem arborizada região da Tijuca. Aconteceu novamente em frente ao número 127 da rua Haddock Lobo, a quarta em menos de um ano no trecho. Já temos menos oxigênio e, consequentemente, mais impurezas para respirar. É FRUSTRANTE O SENTIMENTO DE IMPOTÊNCIA de um cidadão comum, defendendo o direito à vida de quem só contribui para a saúde, mas que para muitos é só uma árvore. Infelizmente, na atual administrração da Cidade árvore é lixo. Por incrível que pareça, quem cuida desses preciosos vegetais é a Comlurb (para quem não sabe, Comlurb é Companhia Municipal de Limpeza Urbana - a que deveria cuidar  do lixo).
Rogo ao "engenheiro florestal" que autorizou o assassinato,  que pelo menos tome a iniciativa de mandar plantar outra no local, considerando que a única razão aceitável para que ela fosse retirada é que estivesse doente, pondo em risco a segurança pública, o que não parecia ser o caso.

Mario Rebelo de Rezende
tel. (21)95417234