sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

despede-te devagar





despede-te devagar
do sol

deixa que as gaivotas
na areia
se acolham para mais
uma noite

quando tudo serenar
e do norte
o vento amainar

então parte

(torreira; o carregar do saco;2009)

https://ahcravo.com/2018/02/23/cronicas-da-xavega-235/