segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Uma Poesia Para Raul - I



I

Tenho saudades da terra onde nasci
Dos seus rios, vales e montanhas
Da minha casa e do meu povo
Do cheiro do cacau e das pedras preciosas

Por terras estranhas estou a vagar
Aqui encontrei meu amor. Sofro minhas dores
São quase quatro décadas longe de ti
Guardo na memória cada lembrança do passado

O que será d'eu sem suas raízes
O que será d'eu com tantas saudades
O que será d'eu terra amada
Tão distante do meu lar


Manoel Hélio Alves é poeta, natural de Macarani, Bahia. 

28 comentários:

  1. Olá!

    Aguardo o seu comentário sobre a minha primeira poesia que fará parte do meu livro: Uma Poesia Para Raul.

    Obrigado!

    Manoel Hélio
    poeta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      Após o seu comentário escreva o seu nome para eu poder agradecê-lo.

      Obrigado!

      Manoel Hélio
      poeta

      Excluir
    2. Parabéns Manoel por está linda poesia

      Excluir
  2. Parabéns Manoel, tá show meu amigo.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns querido amigo. Sempre tão talentoso. Deus te abençoe sempre.

    ResponderExcluir
  4. Delicado e belo... Parabéns, amigo Manoel!

    ResponderExcluir
  5. Parabéns meu amigo , a saudade as vezes dói, mas da forma que vc colocou , ficou mais doce tipo saudade do tempero da comidinha da vó. Abraços

    ResponderExcluir
  6. Amigo Manoel, parabéns pelo livro, um resultado digno de um trabalho árduo nas mídias sociais, interagindo com vários seguimentos.. Um dos maiores Raulseixistas que eu conheço... Sucesso Sempre - Marcio Rogerio / MRock

    ResponderExcluir
  7. Profundo e saudoso. É a cara de migração e da imigração. Super atual.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O meu poeta Baiano preferido, que este Amor que você encontrou aqui venha suavizar a dor da saudade de sua Terra de Macarani.

      Excluir
  8. Benilton José Moreira9 de novembro de 2019 05:39

    Bom dia, Manoel Hélio!
    Parabéns pelo livro. Está poesia nós mostra a sensibilidade que tens para com sua terra natal. Todos que deixam sua terra natal para trás, sempre tem algo para lembrar e você nós mostra isso em sua poesia.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  9. Meu amigo e poeta Manoel Hélio!
    Para mim é um prazer falar desta sua poesia,
    do qual já tive o prazer de recitar e de te representar.
    Essa é uma prova viva do seu AMOR e do reconhecimento
    que você tem pela sua terra...Apesar de você NÃO mais
    morar lá há tantos anos, ela nunca deixou de habitar dentro
    de VOCÊ. Esse reconhecimento te torna mais ainda esse
    ser tão maravilhoso e especial.

    Abraço no seu coração ❤

    Poetisa Alessandra Brander

    ResponderExcluir
  10. Parabéns Manoel Hélio...muito bom seu poema e muito bom poder sentir através da escrita sua terra natal.

    ResponderExcluir
  11. Poema de caráter bucólico, que recupera a terra natal, aquela vontade de tê-la outra vez. Parabéns pelo belo poema. Paulo Sousa Sarmento - Jequié, Bahia-Boa Vista, Roraima.

    ResponderExcluir