terça-feira, 26 de novembro de 2019

Uma Poesia Para Raul - IV



Luz que emana da fonte
Um anjo bom que pintou em minha loucura
Contos... Fadas... Lendas... Poesias...
Invento novas formas de sofrer
Apenas tu és o antídoto para minha sanidade
Negas um beijo maldito que...
Acordará um príncipe dentro d'eu!


Manoel Hélio Alves é poeta, natural de Macarani, Bahia.


15 comentários:

  1. Consigo ver a leveza da sua alma
    Belo trabalho literário.
    Abraço nobre poeta
    Eufrasio capacidade

    ResponderExcluir
  2. Benilton José Moreira27 de novembro de 2019 08:26

    Bom dia, Manoel Hélio!
    A cada dia me surpreendo com suas palavras escritas. Excelente poesia. Muito bom. Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Grande poeta Manuel, você é féra demais Parabéns mais uma vez.

    ResponderExcluir
  4. Oi. Ficou maneiro. Mas, o QUE do penúltimo verso ficou meio deslocado. Quem sabe ele vindo para o último verso?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Marilene! Vou acolher a sua sugestão de forma que o acróstico em epígrafe não sofra alterações.

      Excluir
  5. Parabéns Manoel pela a maravilhosa arte de escrever.

    ResponderExcluir
  6. Puro romance, lirismo antigo... Parabéns, novamente!

    ResponderExcluir