sexta-feira, 20 de novembro de 2015

terror

                                             uma bateira adormecida poisada na ria



postais da ria (114)


terror

(revoltam-me as vítimas de todas as raças
cubro-me com as bandeiras de todos os países
porque em tudo sangue)


invadem-te a casa
matam-te os filhos
com o que lhes vendeste
para que aos seus
não aos teus

invadem-te a casa
matam-te os filhos
com o que lhes ensinaste
que aos seus
nunca aos teus

o terror é a guerra à tua porta

o treino foi intenso
o material bem pago
as exportações aumentaram
os indicadores nunca tão bons
os ofchores sorridentes
nunca tanto com tão pouco

em luxuosas salas climatizadas
definem-se estratégias
estudam-se novos negócios
planeiam-se investimentos
procuram-se fornecedores
estrutura-se a rede de distribuição
definem-se percentagens a ofertar
aos agentes dos compradores

o terror é a guerra à tua porta
e isso
também é economia estúpido

(torreira, uma bateira adormecida)

http://ahcravo.com/2015/11/20/postais-da-ria-114/