terça-feira, 5 de janeiro de 2016

da insónia

o alar da solheira




postais da ria (125)


da insónia

raiva de não escrever
de olhos fechados
as palavras que me assaltam
noite dentro e fogem
sem deixar mais
que a lembrança
de terem sido

tudo parecia tão claro


(torreira; o alar da solheira)

http://ahcravo.com/2016/01/05/postais-da-ria-125/