terça-feira, 7 de maio de 2013

Poema Banal


POEMA BANAL

Um
Poema
Banal
Que
Fala
De
Amor
Sem
Limite
Residual.
Insípidos
Versos
Que
Se
Abandonam
Ao
Abraço
Sem
O
Calor
Consensual!
Triste contexto poético,
onde sequer o estético,
tem valor conceitual.

07 05 2013
©rosangelaSgoldoni
RL T 4 279 157