quinta-feira, 28 de novembro de 2013

milho aos pombos

igreja de sta cruz, coimbra

eu que não vejo para além
da porta
fico na praça a ver os pombos
a mulher que assa castanhas
as gentes que passam
o sangue vivo das ruas
em fim de dia

fico aquém da porta
de pé
na minha descrença
sem ter milho para dar

aos pombos