quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Luar Entrevisto




LUAR ENTREVISTO

Deixou-se entrever por nuvens em desgoverno.
Ela,
desbunde dos poeta,
dos que tem a alma inquieta,
loucos inconsequentes,
amantes desatentos,
desnuda-se provocante
num rasgo de sedução.
Segue seu curso
liberta da penumbra plúmbea,
estende-se sobre a colcha ebúrnea
onde repousam,
em vertigem,
desencantos e aflições

©rosangelaSgoldoni
16 12 2013

RL T 4 650 646