sábado, 1 de fevereiro de 2014

espera




barco de mar s. josé


aqui onde o mar é tudo
que eu em terra
este varado
sequer poiso de gaivotas
nada
nada: é ser isto

um barco
é coisa feita para mar e ondas
gritos e sobressaltos
viagens mesmo se quase ali

não
não esta coisa deitada à espera
do sol
dos homens

à espera de ser

(praia de mira; companha do zé monteiro; barco de mar s. josé)

http://ahcravo.wordpress.com/2014/02/01/espera/