quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

tu no centro






uma frágil linha
ténue
brevíssima
separa o real do real

(confunde-te o que digo
mas escuta)

se longe ou de perto
o mesmo
é muito diferente
como o vires
assim o darás

a beleza longe
é dor se perto
ambas reais
que tu recrias
em coisa única
sem o saberes

não sejas apenas
os teus olhos


(torreira; cabrita de pé)

http://ahcravo.wordpress.com/2014/02/26/tu-no-centro/