sábado, 13 de dezembro de 2014

postais da ria (50)



da liberdade
ser em cada dia
as mãos por dentro
limpas de brumas
caminhar
solto de amarras
compromissos silenciosos
aspirações irreveladas
a liberdade é um grito
contra os muros
um voo puro de ave
num céu desconhecido
nada mais te digo
(ria de aveiro; torreira; cabrita baixa)

https://ahcravo.wordpress.com/2014/12/13/postais-da-ria-50-da-liberdade/