sexta-feira, 17 de abril de 2015

postal de longe


chamam-lhe recachia


os moliceiros têm vela (94)


postal de longe

quisera não gostar de ti
de te sentir
tão por dentro de mim
como se eu

quisera não te saber
o passado
preso no meu nome
família de

quisera não gostar de ti
assistir
de olhos secos e mudo
cúmplice
moderno sobrevivente

quisera não me deixasses
assim sem terra
nem raízes nem história
deserdado de mim

se é este o teu futuro
seja
mas não contes comigo
nele

antes não te ver mais
para te ofertar como foste

(ria de aveiro; regata da ria; 2010)

https://ahcravo.wordpress.com/2015/04/17/os-moliceiros-tem-vela-94/