quinta-feira, 15 de outubro de 2015

não ser

o arribar



crónicas da xávega (101)

não ser

sonhou ser desenhador
de palavras
escrever

passou a vida inteira
sentado a uma secretária
a teclar no computador
contas de deve e haver

ficou do sonho o ter sido
do homem o nunca ser

(torreira; companha do marco; arribar; 2015)

http://ahcravo.com/2015/10/15/cronicas-da-xavega-101/