sábado, 12 de março de 2016

nascer na torreira



o sol é casa 


crónicas da xávega (142)


para o meu amigo joão rodinhas


bem vindo às terras do sol
onde o pão parco

nascer na torreira é ser mestre
de todos os mares
senhor de saberes herdados
caminhos por fazer

parte-se para regressar
à ria ao sol e ao mar

até quando joão?

(torreira; companha do marco; 2009)

http://ahcravo.com/2016/03/12/cronicas-da-xavega-142/