quinta-feira, 21 de julho de 2016

olhei e não vi



o trabalho do mestre construtor naval


olhei e não vi


olhei e não vi o barco
vi o esqueleto
a madeira

olhei e não vi o estaleiro
vi a areia o sol em brasa
o mestre as ferramentas
o suor no rosto

olhei e não vi nada
não posso ver

olhei só
e lembrei-me de ter visto
o mestre há alguns anos
no estaleiro à beira porta
a fazer o mesmo
construir um moliceiro
mas à sombra de uma rede
a dele

quanto mais olho
menos quero ver

asneira sobre asneira
se constroem os dias
se destrói o sonho
se enterra a memória

não escrevo para que gostem
registo para que se interroguem
passo e não vejo mas olho
e não resisto

até estar de férias aqui
começa a ser complicado
ser cego dói ver dói mais

todo o absurdo aqui é real

(torreira; 18 de julho de 2016)

o mestre zé rito constrói mais um moliceiro, agora para o zé rebelo. ao lado " ....O Museu-Estaleiro da Praia do Monte Branco, propriedade da Câmara Municipal da Murtosa,...."

https://ahcravo.com/2016/07/21/olhei-e-nao-vi/