terça-feira, 23 de maio de 2017

Poesia dentro da Noite


Ouço algo que ela tem a me dizer,
Não são palavras,
Mas sinais que consigo perceber.

  
O vento rasga as nuvens,
A chuva despenca forte,
O trovão grita histérico,
Como se me  condenasse  a pena de morte!


Noite adentro,
O temporal mostra sua força descomunal,
Relâmpagos e trovões incandescem a madrugada,
Noites de Verão,
Noites de inverno,
A poesia dentro da noite,
Relato,
Eu,

O sobrevivente de um INFERNO!


Rodrigo Titarelli Porto
(Dr.Paxeco Oficial)