quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

a arte da fuga





a arte da fuga
não é exclusiva
de banqueiros

que o digam
os homens e as mulheres
do mar

a diferença
é que os primeiros fogem
com o que é dos outros

os segundos para salvar
o que de pouco têm
a vida e a roupa do corpo

(torreira; arribar;  2016)

https://ahcravo.com/2018/01/04/cronicas-da-xavega-225/