quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

dos homens e dos barcos





barcos sem homens
são fantasmas
poisados na ria

belos em horas felizes

tristes órfãos
porque lhes ignoraram
o terem pais

é urgente contar
dos homens
para que haja
barcos

(torreira; safar redes; 2013)

https://ahcravo.com/2018/02/08/postais-da-ria-241/