segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

"Ao passo que amar,eu posso até a hora de morrer.
Amar não acaba.
É como se o mundo estivesse a minha espera.
E eu vou ao encontro do que me espera."

Pode vir manhã...calada, suada,pensante. Só venha!
Dar bom dia aos amores e adocicar os dissabores
Deixando a incerteza de que o mel é doce de lado...
Venha simples,pois do mais simples vi a plenitude de tudo
Nua e imponente, despida de ontem
Arraigada da sabedoria que corre em minhas veias
Que meus ancestrais me deram por herança
Venha Amanhecer em mim...pra que eu possa escorregar nos teus primeiros raios de Sol
Florindo flores nos amores
Venha! Só venha por hoje só.

Mariana Puritana
11.01.14