domingo, 1 de fevereiro de 2015

o fio do tempo

vela enrolada no mastro, o zé rito espera


os moliceiros têm vela (54)


o fio do tempo

fazer do hoje
um ontem
de que o amanhã
se orgulhe

pesado fardo este
de tão fino fio
ser tecido o pano
que o corpo cobre

de frio tremerá
quem mal o tecer

(torreira; regata da ria; 2011)

https://ahcravo.wordpress.com/2015/02/01/os-moliceiros-tem-vela-54/