sexta-feira, 1 de maio de 2015

destino de pescador

sei dos amigos o nome



o meu amigo delmar viola


deixar numa nuvem a sombra
sal no rosto de uns poucos
o nome na areia voada da praia
um nada ser onde tanto foi

é destino de pescador

(torreira; companha do marco; 2013)

https://ahcravo.wordpress.com/2015/05/01/o-meu-amigo-delmar-viola/