quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

companha


albina amador



crónicas da xávega (124)


a companha


vergam-se os corpos
nestes caminhos de areia
dia após dia diversos

ser mulher aqui
é ser mais um
igual na diferença

dar tudo
como todos

ser camarada
na companha

(torreira; companha do marco; 2013)

albina amador

http://ahcravo.com/2016/01/13/cronicas-da-xavega-124/