segunda-feira, 26 de junho de 2017

vou para o mar


caminhos de areia

de praia em praia
outros os homens
a mesma arte
diversos os fazeres

percorro caminhos de areia
olhos postos nos homens
e no mar

sempre no mar
encontro homens
barcos redes
sal suor peixe

vou por aí
mas vou sempre sempre
para o mar

(torreira; 2016)

https://ahcravo.com/2017/06/26/cronicas-da-xavega-203/