segunda-feira, 11 de junho de 2018

mergulho no tempo






tudo o que sou
fui para ser

gostar do que sou hoje
é aceitar o que fui
no tempo que me coube

há bois na praia
gestos e fazeres recriados
memória viva

olhar o ontem
é ver mais além
é ser de novo

mergulho no tempo
refresco-me de mim

(torreira; recriação da xávega;2013

https://ahcravo.com/2018/06/11/cronicas-da-xavega-259/