domingo, 14 de outubro de 2018

meditação com a ria em fundo




quem sou fez-se
quem me fez
não sei se o sabe

vou rente ao mar
enterro na areia os pés
equilíbrio precário
porém seguro e firme

crescemos aprendendo
dolorosamente por vezes

o cuidado no colher
da rosa
é evitar os espinhos

se visíveis forem

(torreira; regata de bateiras à vela; s. paio ; 2013)

https://ahcravo.com/2018/10/14/postais-da-ria-272/