domingo, 19 de janeiro de 2014

das palavras escritas


rede de lampreia

caneta diversa de uma outra
escrita espera
mestre destas artes

assim queria as palavras
límpidas simples
puras
água que te saciasse
mães dos sons que da tua boca
por elas

fosse eu dessa outra arte
mestre também

das palavras digo:
se não ditas
melhor fora
que não escritas


(figueira da foz; gala)

http://ahcravo.wordpress.com/2014/01/19/das-palavras-escritas/